19 MAI

Comunicado 013 / 2020

Comunicado: 013/2020
Setor: Direção
São Paulo, 19 de maio de 2020.
Caros pais e responsáveis
Após as notícias veiculadas na imprensa sobre antecipação dos feriados municipais (Corpus Christi e Consciência Negra), no dia de ontem, para aumentar o isolamento social na cidade, o Colégio Salesiano Santa Teresinha comunica que serão mantidas suas atividades pedagógicas entre os dias 20 a 25 de maio, auxiliando na manutenção das atividades já programadas do colégio e das famílias, sobretudo da extraordinariedade cotidiana das famílias e do ano acadêmico que vivemos.

Neste momento de pandemia global, toda a equipe pedagógica do Colégio Salesiano Santa Teresinha se sensibiliza e agradece as muitas mensagens de incentivo, reconhecimento e apoio que temos recebido dos senhores diariamente. Essas queridas mensagens fazem a diferença não só na escola e no trabalho dos professores, mas principalmente na educação dos seus filhos. Com essa atitude dos senhores de empatia, fraternidade e compreensão, o mundo pode ser transformado, pois estamos passando os verdadeiros valores para as futuras gerações! Nosso agradecimento e reconhecimento, pois vocês entenderam e vivem dia a dia os verdadeiros valores cristãos e salesianos que compartilhamos com os nossos queridos e saudosos alunos na educação salesiana.

Infelizmente, desde sexta-feira última, também estamos recebendo mensagens e até articulações nos grupos de WhatsApp de pais que questionam as atitudes do colégio frente ao não atendimento das famílias sobre as mensalidades. Informamos que estamos atentos a tudo o que está acontecendo e, como mencionado anteriormente no Guia de Acesso ao Ensino Remoto, que todos receberam no dia 04/05/2020:
“Aceno às nossas famílias que estão com dificuldades financeiras neste período que, por gentileza, procurem o Serviço Social do Colégio, pois cada caso será tratado individualmente com os setores responsáveis”.

Estamos sim atendendo individualmente as famílias que nos procuram pedindo auxílio para este tempo de crise sem precedente. Igualdade é diferente de equidade. Julga erroneamente quem escreve ou fala que o colégio, por ser católico, não está ajudando as famílias.
Em seus mais de 80 anos de vida, algumas falas e expressões são injustas com a história e a atividade de um colégio que sempre auxiliou e auxilia no crescimento e desenvolvimento do nosso bairro e da sociedade brasileira. Em nossa história, estivemos abertos e disponíveis em atender todas as famílias que nos procuraram, sem fazer distinção. Não é criticando a escola pelas redes com inverdades que a situação vai melhorar. O melhor é ser humilde e pedir ajuda à escola neste momento atípico pelo qual todos nós estamos passando e, no diálogo, a instituição tentará ampará-los na medida do possível. Na vida de todos nós é assim: quando estamos em dificuldades, procuramos diretamente os que nos podem ajudar e nos acolher no momento.

Temos recebido também alguns questionamentos sobre a nota técnica emitida pelo PROCON/SP no dia 7 de maio, na qual indicou que as escolas devem, de acordo com suas possibilidades, oferecer desconto linear em sua mensalidade a todos os seus alunos. Entretanto, em 11 de maio, a Secretaria Nacional do Consumidor (SENACON), órgão do Ministério da Justiça, emitiu a Nota 26/20, em que reitera sua posição inicial e afirma que não é recomendável a adoção de critérios lineares de descontos de mensalidades. O PROCON/SP e o Sindicado das Escolas Particulares, após debate, assinaram um acordo que elimina a obrigatoriedade do desconto linear, mas estabelece diretrizes para a negociação individual das mensalidades para famílias afetadas financeiramente pela pandemia. Temos o compromisso de manter o diálogo aberto e nos posicionar em relação aos temas levantados. Sabemos que as questões financeiras têm trazido preocupação a todos diante do cenário atual. Somente ressaltamos que o colégio já vem sofrendo, em anos anteriores, com a inadimplência e, neste ano, como já era imaginado, ela aumentou. O colégio também conta com outras variáveis significativas como a suspensão de pagamentos dos cursos extras (mantendo todo o quadro de professores inalterados e ainda prestando serviço aos pais neste tempo) e os cancelamentos de matrículas por vários motivos. Essas e outras variantes nos impedem de proporcionar desconto linear, pois mesmo se aplicássemos, não representaria um decréscimo significativo e prejudicaríamos as famílias mais necessitadas que estamos atendendo nestes tempos difíceis.

Solidarizamo-nos com as dificuldades que muitos estão enfrentando e já estamos empenhados em buscar e oferecer alternativas para ajudar a nossa comunidade escolar. No entanto, também não podemos deixar nossas responsabilidades com nossos colaboradores que constroem com muita dedicação o dia a dia do nosso colégio.

Entendemos que todos estão passando por um momento atípico de estresse e medo do futuro, com alteração da rotina e do padrão de vida. Por detrás destas paredes, quadras e prédios, existem pessoas e famílias com sentimento, religião e profissionalismo ilibados. Insistimos mais uma vez que, em caso de dificuldade, procurem a escola, já que somos parceiros.
Os padres salesianos da casa, nas missas diárias celebradas internamente, estão rezando e pedindo a Deus por todos, independentemente de crentes e não crentes! Todos os dias vocês estão nas orações e intenções das Santas Missas da comunidade religiosa salesiana.

Atenciosamente

Equipe Diretiva e Coordenação Pedagógica

[Comunicado original]