Horários das Aulas

Ed. Inf. e 1º ano - 7h às 11h50 / 13h às 17h50.
COM PERÍODO INTEGRAL OPCIONAL.

Ens. Fundamental

- 2º ao 5º ano - 7h às 12h / 13h às 18h.

- 6º ao 9º ano - 7h às 12h30.

Ensino Médio - 7h às 12h30.

Com dia integral

- 1ª e 2ª série - 2ª e 4ª feira das 13h50 às 17h30.

- 3ª série - 2ª e 4ª feira das 13h50 às 16h20.

Venha conhecer o colégio

Visitas: de terça a sexta às 8h ou às 16h.
Deverá ser realizado um agendamento prévio por meio do número de telefone 2971-6900 ramal: 121, 232 e 115.

Atendimento Secretaria

Segunda a sexta, das 8h às 17h.

Endereço

Rua Dom Henrique Mourão, 201
Santa Terezinha - São Paulo - SP - 02405-030

tel: (11) 2971-6900 - fax: (11) 2973-0079

como chegar

Aulaweb

Ferramenta de apoio ao aluno. Nela, os professores disponibilizam aulas, leituras extras, arquivos de apoio, lista de exercício, links entre outros materiais que podem contribuir para o processo de ensino.

Acadêmico Web

Por meio dessa ferramenta é possível verificar o rendimento escolar do aluno a partir do 2º ano, e o acompanhamento pedagógico a partir do 6º ano.

Secretaria

Orientações Gerais

Secretaria > Orientações Gerais


Orientações Gerais

PROPOSTA EDUCATIVA

O Colégio Salesiano Santa Teresinha propõe uma educação humana integral, realizada por uma ação educativa capaz de contribuir, valiosamente, para a formação crítica, ética, social e política do educando, possibilitando-lhe o exercício renovado de uma cidadania participativa, construtiva e solidária.

O educando é protagonista de sua própria formação. Nessa proposta educativa, a educação deve promover sua autonomia, tanto em seus aspectos intelectuais e cognitivos quanto de desenvolvimento afetivo, social e moral.

O Colégio Salesiano Santa Teresinha vive e atua com base nos três alicerces da pedagogia de Dom Bosco: razão, religião e afeto; com o objetivo de criar um ambiente educativo em que todos são educadores e vivem essa missão em clima de corres- ponsabilidade e mútua colaboração.

 

NOSSA MISSÃO

“Promover Educação diferenciada, que acompanha as novas tendências segundo o carisma Salesiano.”

 

NOSSA VISÃO E VALORES

“Ser uma instituição de excelência educativa, artístico-cultural-esportiva, apoiada no uso de tecnologias inovadoras e transformadoras, com foco nos resultados, na marca e carisma Salesiano.”

São valores fundamentais do Colégio:

ÉTICA: compromisso com os valores autenticamente humanos e evangélicos, respeito às diferenças, construção da cidadania e transparência nas atitudes.

ESPÍRITO SALESIANO: uma espiritualidade que se caracteriza pela confiança em Deus, seguimento de Jesus, pela abertura ao Espírito, pela presença de Maria, pelo amor à Igreja, pela fidelidade dinâmica à herança de Dom Bosco.

COMPETÊNCIA: capacidade responsável de exercer significativamente a missão, com criatividade empreendedora e dinâmica participativa.

ESPÍRITO SOLIDÁRIO: Postura de vida que se caracteriza pela compaixão, pela dedicação à juventude, pelo espírito missionário, pela sensibilidade e pelo compromisso com as urgências da realidade.

TRABALHO EM COMUM: Dedicação generosa e incansável à missão educativa fortalecendo as novas formas de articulação e gestão: organização em redes de ação, equipes e consolidação de parcerias.

VIDA COMUNITÁRIA: Estilo de vida que se caracteriza pelo esforço de fazer-se amar, espírito de família, relações de amizade, diálogo, disponibilidade e sentido de pertença.

Assim sendo, o Colégio Salesiano Santa Teresinha tem como proposta ser uma Comunidade Educativa, em que educadores, alunos, pais e todos os demais colaboradores envolvidos na Prática Educacional sejam capazes de contribuir para a transformação da sociedade ao relacionarem-se entre si e com o ambiente onde vivem.

 

PRINCÍPIOS DA METODOLOGIA EDUCATIVA

O Colégio Salesiano Santa Teresinha desenvolve o que existe de melhor para uma educação necessária aos tempos atuais com vista à preparação de crianças e jovens para o futuro, tendo como base uma tradição sólida aliada à versatilidade e ao dinamismo das exigências da modernidade.

Atenta aos avanços socioeducacionais e tecnológicos do mundo globalizado, a escola desenvolveu uma Metodologia que une o Carisma Salesiano com as novas tendências e concepções pedagógicas.

Considerando o Método Pedagógico de Dom Bosco, santo ita- liano que viveu no século XIX e atuou como educador de crianças e jovens, a Pedagogia da Presença se caracteriza como uma concepção de ensino adequada e atualizada.

Centrada na Metodologia do Amor Educativo e no Sistema Preventivo, a Proposta Pedagógica Salesiana expressa-se em três dimensões:

Razão: a compreensão da vida, de si, do outro e do mundo;
Religião: o sentido da vida e a busca por Deus;
Afeto: o amor que desperta a alegria de viver.

Esse método tem como objetivo formar bons cristãos e honestos cidadãos, sob o prisma da reciprocidade. O Projeto Pedagógico é concebido de forma a permitir uma visão global de nossos alunos, respeitando sua individualidade. Abrange o desenvolvimento intelectual, psicossocial, afetivo-emocional, físico-motor e de valores.

Os conteúdos, ministrados de forma interdisciplinar e transversal, contribuem para o desenvolvimento das competências humanas necessárias para a formação do cidadão crítico e responsável, tendo em vista os conteúdos básicos da UNESCO: saber, saber fazer, saber conviver e saber ser.

Rede Salesiana de Escolas (RSE) e o material didático digital

Construir o futuro é abrir portas, é descobrir possibilidades, achar novos caminhos para a formação e educação dos jovens, porque o mundo mudou, a educação mudou. Nós precisamos estar prontos para essas mudanças. Tudo em tempo real e de forma interativa e dinâmica. Por isso a Rede Salesiana de Escolas desenvolveu seu projeto digital que atende às demandas da educação atual. Nesse material, o aluno encontra situações desafiadoras de aprendizagem que exigem a mobilização do conhecimento, o enfrentamento e a resolução de problemas.

Pioneirismo, sustentabilidade e ineditismo formam a base do material didático digital do Colégio Salesiano Santa Teresinha.

 

ORGANIZAÇÃO DA MATRIZ CURRICULAR

A concepção curricular da Educação Infantil, do Ensino Fundamental e do Ensino Médio norteia-se pela contextualização, interdisciplinaridade e desenvolvimento de competências; arti-culam-se assim, os saberes de cada disciplina, com o próprio contexto de desenvolvimento do conhecimento e com as vivências do cotidiano, privilegiando a formação integral do aluno.

O plano curricular é aplicado com a utilização do material didático da Rede Salesiana de Escolas e configura-se da seguinte forma:

MATRIZ CURRICULAR – EDUCAÇÃO INFANTIL
DURAÇÃO DAS AULAS 45 MINUTOS - MÓDULO: 40 SEMANAS/200 DIAS LETIVOS
PERÍODO DA MANHÃ: 7H ÀS 11H50 / PERÍODO DA TARDE: 13H ÀS 17H50

L

E

I

S

F

E

D

E

R

A

I

S

 9

3

9

4

/

9

6

 E

 1

2

7

9

6

/

1

3

 

BASE
NACIONAL
COMUM

Componentes Curriculares

Infantil

Infantil I

Infantil II

Infantil III

Língua Portuguesa

07

07

07

07

Arte

02

02

02

02

Matemática

06

06

06

06

Corpo e Movimento

05

04

04

04

Natureza e Sociedade

03

03

02

02

 

Total da carga horária em horas-aula
(Base Nacional Comum)

23

22

21

21

P

A

R

T

E

D

I

V

E

R

S

I

F

I

C

A

D

A

Música

01

01

01

01

L.E.M.- Inglês

-

-

01

01

Ensino Religioso

Judô / Dança

01

-

01

01

01

01

01

01

Total da carga horária em horas-aula

(parte Diverdificada)

02

03

04

04

 

Total Geral do Curso em horas-aula (B.N.C. + P.D.)

25

25

25

25

Total da Carga Horária Anual (em horas-aula)

1000

1000

1000

1000

Total da Carga Horária Anual (em horas)

833,3

833,3

833,3

833,3

 

MATRIZ CURRICULAR – ENSINO FUNDAMENTAL
DURAÇÃO DAS AULAS 50 MINUTOS  - MÓDULO: 40 SEMANAS/200 DIAS LETIVOS
 1º ANO - PERÍODO DA MANHÃ: 7H ÀS 11H50 / PERÍODO DA TARDE: 13H ÀS 17H50
 2º AO 5º ANO – PERÍODO DA MANHÃ: 7H ÀS 12H / PERÍODO DA TARDE: 13H ÀS 18H
 6º AO 9º ANO – PERÍODO DA MANHÃ: 7H ÀS 12H30

L

E

I

S

F

E

D

E

R

A

I

S

9

3

9

4

/

9

6

E

1

1

2

7

4

/

0

6

P

A

R

C

N

E

0

7

/

1

0

DEL

C

E

E

61

/

0

6

R

E

S

C

N

E

0

4

/

1

0

BASE
N
ACIONAL
COMUM

Componentes Curriculares

ANO

2º ANO

3º ANO

4º ANO

5º ANO

6º ANO

7º ANO

8º ANO

9º ANO

Língua Portuguesa

07

07

07

07

07

05

05

05

05

Arte

02

02

02

02

02

02

02

02

02

Educação Física

02

02

02

02

02

02

02

02

02

Matemática

07

07

07

07

07

06

06

06

05

Ciências

01

03

03

03

03

03

03

03

03

História

01

02

02

02

02

03

03

03

03

Geografia

01

02

02

02

02

03

03

03

03

Total da carga horária
em horas-aula
(Base Nacional Comum)

21

25

25

25

25

24

24

24

23

A

R

T.

2

6

L

E

I

9

3

9

4

/

9

 

P

A

R

T

E

D

I

V

E

R

S

I

F

I

C

A

D

A

Música

01

01

01

01

01

-

-

-

-

L.E.M.- Inglês

01

02

02

02

02

02

02

02

02

L.E.M. - Espanhol

-

-

-

-

-

-

-

-

01

Filosofia

-

01

01

01

01

01

01

01

01

Produção de Texto

­-

­-

-

­-

­-

02

02

02

02

Ensino Religioso

01

01

01

01

01

01

01

01

01

Judô / Dança

01

-

-

-

-

-

-

-

-

                   

Total da carga horária em horas-aula

(Parte Diversificada)

05

05

05

05

05

06

06

06

07

Total Geral do Curso em horas-aula (B.N.C. + P.D.)

25

30

30

30

30

30

30

30

30

Total da Carga Horária Anual (em horas-aula)

1000

1200

1200

1200

1200

1200

1200

1200

1200

Total da Carga Horária Anual (em horas)

833,3

1000

1000

1000

1000

1000

1000

1000

1000

Embasamento Legal: Lei 9475 de 22/07/1997; Lei 9795 de 27/04/1999; Lei 11.274 de 06/06/2006; Lei 11.525 de 25/09/2007; Lei 11645 de 10/03/2008; Lei 11769 de 18/08/2008.

O conteúdo que trata dos direitos das crianças e dos adolescentes (Lei 11.525 de 25/09/2007) será contemplado na disciplina de Ensino Religioso; A temática História e Cultura Afro-Brasileira e Indígena (Lei 11.645 de 10/03/2008) será contemplada nas disciplinas História e Arte; A Educação Ambiental será contemplada nas disciplinas Natureza e Sociedade, Ciências e Geografia (Resolução CNE/CP nº 2  de 15 de junho de 2012).

MATRIZ CURRICULAR – ENSINO MÉDIO
DURAÇÃO DAS AULAS 50 MINUTOS - MÓDULO: 40 SEMANAS/200 DIAS LETIVOS
7h às 12h30 - DIURNO
Dia integral 1ª e 2ª série: 7h às 12h30 e das 13h50 às 17h30, às 2ª e 4ª feiras.
Dia integral 3ª série: 7h às 12h30 e das 13h50 às 16h20, às 2ª e 4ª feiras.

L

E

I

F

E

D

E

R

A

L

9

3

9

4

/

96

R

E

S.

C

N

E

C

E

B

0

2

/

1

2

R

E

S.

C

N

E

C

E

B

04

/

10

B

A

S

E

N

A

C

I

O

N

A

L

C

O

M

U

M

Áreas de Conhecimento

Componentes Curriculares

C.H.

C.H.

C.H.

C.H.

total

Linguagens

Língua Portuguesa e Literatura

05

05

05

200

200

200

600

Arte

01

01

-

40

40

-

80

Educação Física

01

01

01

40

40

40

120

Ciências da Natureza

Biologia

04

04

04

160

160

160

480

Física

04

04

05

160

160

200

520

Química

04

04

04

160

160

160

480

Matemática

Matemática

05

05

05

200

200

200

600

Ciências Humanas

História

03

03

03

120

120

120

360

Geografia

03

03

03

120

120

120

360

A

R

T

26

L

D

B

Filosofia

01

01

01

40

40

40

120

Total da carga horária em horas-aula

(Base Nacional Comum)

31

31

31

1240

1240

1240

3720

 P      D

 A      I

 R      V

 T      E

 E      R

         S

          I

          F

          I

         C

         A

         D

         A

Linguagens

Produção de texto

02

02

02

80

80

80

240

L.E.M. Inglês

02

02

02

80

80

80

240

L.E.M. Espanhol

02

02

-

80

80

-

160

 

Ensino Religioso

01

01

01

40

40

40

120

Total da carga horária em horas-aula (Parte Diversificada)

07

07

05

280

280

200

760

Total Geral do Curso em horas-aula (B.N.C. + P.D.)

38

38

36

1520

1520

1440

 4480

- O Ensino da Sociologia (obrigatório pela Lei Federal nº 11.684) se realiza de forma transdisciplinar (em consonância com a Deliberação nº 77/08 do Conselho Estadual de Educação), com temas e objetos de estudo nas disciplinas regulares de Filo- sofia, História, Geografia e Língua Portuguesa.

- As temáticas História e Cultura Afro-Brasileira e Indígena (Lei Federal 11.645 de 10/03/2008) serão contempladas nas disciplinas Língua Portuguesa e Literatura, História e Arte. A Educação Ambiental (Lei Federal 9795 de 27/04/1999) será contemplada nas disciplinas Biologia, Química e Geografia (Resolução CNE/CP nº 2 de 15 de junho de 2012).

- Lei 9475 de 22/07/1997; Lei 10793 de 01/12/2003; Lei 11161 de 05/08/2005; Lei 11645 de 10/03/2008; Lei 11769 de 18/08/2008.

AVALIAÇÃO

A avaliação, dentro da proposta da RSE, olha para o aluno em todas as suas dimensões, com o propósito de compreendê-lo melhor em suas diferenças, em suas crenças e em sua forma de aprender. Funciona como uma lente, que permite focalizar o aluno, seus avanços e necessidades.

Avaliar é uma ação pedagógica regulada e refletida em função de um presente e de um futuro esboçado por um projeto, nas dimensões coletivas e individuais. Implica em planejar, recolher, analisar, explicar e replanejar o processo de ensino e aprendizagem.

O professor é o articulador das ações para que o espaço da sala de aula torne-se um lugar em que o aluno participe de uma proposta de trabalho que também é dele. Isso significa que a proposta de ensino do professor, ainda que focada nos conteúdos estabelecidos, considera o aluno, escuta de fato o que ele tem a dizer. Dessa forma, a sala de aula deve se tornar o espaço privilegiado do conhecimento compartilhado.

Os conteúdos trabalhados na escola são abordados de forma a garantir que todos os alunos aprendam. Nesse sentido, cabe aos professores das disciplinas que compõem o currículo a tarefa de permitir, ao aluno, uma aprendizagem significativa e relevante dos saberes escolares, incluindo o desenvolvimento de habilidades, valores e atitudes.

Professor e educando devem perceber que a avaliação funciona em uma lógica cooperativa que faz do diálogo, uma prática e da reflexão, uma constante. Nesse contexto, o aluno torna-se ator e autor de sua aprendizagem, assumindo a sua parcela de responsabilidade.

A avaliação implica na necessidade de múltiplos recursos e da percepção do momento mais adequado para a utilização de cada um deles, organizados em função das informações que o professor pretende obter. Deve fornecer dados para que ele compreenda o que o aluno aprendeu e que o ajude a superar suas dificuldades e avançar.

COMPOSIÇÃO DA MÉDIA ANUAL

1) Verificação do Rendimento Escolar

A verificação do rendimento escolar se configura como processo global cumulativo, constante e contínuo de observação dos alunos, com prevalência dos aspectos qualitativos sobre os quantitativos. É expressa por médias numéricas, na escala de 0 (zero) até 10 (dez), graduadas de um em um décimo.

Os instrumentos de verificação da aprendizagem configuram-se de acordo com a fórmula e explicações abaixo:

(AP1+AP2+AP3+AT+AI) / 5 = MT

a) AP (Avaliação Parcial): média aritmética de até três avaliações, sempre mensuradas de 0 (zero) a 10 (dez), não subdivididas entre si. Incluem-se aqui trabalhos escritos, apresentações, seminários, leituras, entre outros instrumentos aplicados pelo professor.

b) AI (Avaliação Intermediária do 2º ao 8º ano): avaliação escrita aplicada durante o trimestre, cujo objetivo é averiguar o desenvolvimento do educando ou AS (Avaliação dos Simulados do 9º ao Ensino Médio): diversos exercícios elaborados no formato dos vestibulares de acordo com os conteúdos trabalhados no trimestre. A apuração dos resultados seguirá o descrito no Plano Escolar Anual vigente.

c) AT (Avaliação Trimestral): avaliação escrita, aplicada no encerramento do trimestre, cujo objetivo é averiguar o resultado final da aprendizagem.

d) MT (Média Trimestral): média aritmética dos conceitos AP, AI ou AS e AT.

É considerado promovido o aluno que estiver regularmente matriculado no 3º ao 9º ano do Ensino Fundamental e Ensino Médio, obtiver média anual igual ou superior a 6,0 (seis inteiros) e frequência igual ou superior a 75% (setenta e cinco por cento), em cada componente curricular.

2) Recuperação Intensiva

O aluno que obtiver a média anual inferior a 6,0 (seis inteiros) é submetido a estudos de recuperação intensiva em até 03 (três) componentes curriculares, após decisão do Conselho de ano, série ou classe. Para a aprovação, a média anual final após os estudos de recuperação intensiva deverá ser igual ou superior a 6,0 (seis inteiros) em cada componente curricular, podendo ser calculada conforme formula abaixo:

(MA + MR ≥ MAF (6,0)) / 2

a) MA (Média Anual): média aritmética do 1º, 2º e 3º trimestre.

b) MR (Média Recuperação): média aritmética de até três componentes avaliativos.

c) MAF (Média Anual Final): resultante da média aritmética simples entre a média anual e a média da recuperação intensiva.

 

PEDIDO DE RECONSIDERAÇÃO E RECURSO EM CASO DE REPROVAÇÃO DE ALUNOS

(Deliberação CEE nº 120/13, alterada pelas Deliberações CEE 127 e Indicação 128/14).

Em cumprimento ao disposto no artigo 2º da Deliberação CEE nº 120/13, que dispõe sobre pedidos de reconsideração e recursos referentes aos resultados finais de avaliação de alunos do sistema do Ensino Fundamental e do Ensino Médio do Estado de São Paulo, regular e supletivo, público e particular, abaixo se-guem as instruções sobre o direito de pedido de reconsideração ou recursos, nos termos do disposto nos artigos 3º e 4º da referida Deliberação, incluindo prazos e procedimentos.

Após o término de cada trimestre, o professor responsável pela disciplina registrará em ficha individual as dificuldades observadas de aprendizagem bem como as recomendações aos pró-prios alunos, aos pais e outras providências a serem tomadas. Tal registro será realizado em ficha de avaliação no caso de alunos com nota abaixo da média 6,0. Essa ficha ficará disponível para visualização, junto ao boletim via www.salesianost.com.br (acessar o link de serviços/Acadêmico Web). Em casos específicos, os responsáveis serão convocados pela Coordenação Pedagó-gica e Orientação Educacional para a ciência das indicações.

Abaixo, seguem os prazos e procedimentos:

Divulgação dos resultados finais no Colégio.

Até o 10º dia subsequente

Pedido de Reconsideração dirigido ao Diretor do Colégio (Protocolado na Secretaria do Colégio).

Até o 10º dia subsequente

Decisão pelo Colégio, do pedido de reconsideração.

Até o 10º dia subsequente

Pedido de recurso dirigido ao Dirigente Regional de Ensino. (Protocolado na Secretaria do Colégio).

Até o 5º dia subsequente

Encaminhamento do recurso à Diretoria de Ensino, pelo Colégio.

Até o 15º dia subsequente

Decisão sobre o pedido de recurso pela Diretoria de Ensino que, posteriormente, o encaminhará ao Colégio.

Até o 5º dia subsequente

Comunicação ao interessado, pelo Colégio, sobre a decisão da Diretoria de Ensino a respeito do pedido de recurso.

Até o 5º dia subsequente

Recurso Especial ao Conselho Estadual de Educação (CEE) (Protocolado na Diretoria de Ensino).

Até o 5º dia subsequente

Encaminhamento pela Diretoria de Ensino do Recurso Especial ao CEE.

Obs.: A Deliberação CEE 11/96 revogada pela Deliberação CEE 120/13 Publicada no Diário Oficial do Estado de São Paulo (D.O.E.) de 21/05/2013 - página 43.

 

NORMAS DE CONVIVÊNCIA ESCOLAR

O conjunto de normas, orientações e princípios tem como objetivo garantir a ordem e a convivência saudável no ambiente institucional; prevenir atitudes indevidas; orientar e corrigir atos desrespeitosos, gestos e palavras não condizentes com a proposta educativa Salesiana.

O Colégio Salesiano Santa Teresinha apresenta as Normas de Convivência que orientam professores, alunos, familiares e responsáveis a zelar pela ordem e disciplina, para que haja um ambiente favorável ao convívio social, ao ensino sério e à Educação Salesiana, no qual todos se sintam felizes e corresponsáveis.

Tais normas são muito importantes para fornecer parâmetros relacionados à conduta que se espera de um aluno matriculado no Salesiano, pois é também na escola que se aprende a definir limites e a adquirir a noção de deveres e direitos.

A família deve assumir o compromisso de se fazer presente no Colégio todas as vezes que for solicitada formalmente, ou quando do seu interesse.

 

HORÁRIOS

A pontualidade é uma questão tanto de respeito à coletividade como condição para a organização e o bom funcionamento do Colégio.

SEGMENTO

MANHÃ

TARDE

Educação Infantil e 1º ano do Ensino Fundamental

7h às 11h50

13h às 17h50

2º ao 5º ano do Ensino Fundamental

7h às 12h

13h às 18h

6º ao 9º ano do Ensino Fundamental

7h às 12h30

-

1ª e 2ª série do Ensino Médio

7h às 12h30

2ª e 4ª feira, das 13h50 às 17h30

3ª série do Ensino Médio

7 às 12h30

2ª e 4ª feira, das 13h50 às 16h20

PONTUALIDADE

A pontualidade deve ser respeitada não somente na chegada e na saída, mas também, nas trocas de aulas, independente do ambiente onde elas se desenvolvam.

Em caso de atrasos, a entrada do aluno em classe na segunda aula será analisada pela coordenação/orientação, em caráter de excepcionalidade, para verificação de justificativa pertinente.

Solicitamos aos pais e/ou responsáveis que não permaneçam no interior do Colégio após o sinal de entrada, contribuindo para a autonomia dos alunos e sua relação de confiança com a Instituição.

O aluno que necessitar sair antes do horário de término normal das aulas, deverá trazer por escrito na agenda uma justificativa endereçada à coordenação/orientação, devidamente assinada pelos pais e/ou responsáveis, arcando o discente com o ônus decorrente da perda das aulas, exceto em casos previstos por lei. Deverá ser informado o nome de quem irá acompanhar o aluno ou se ele poderá se ausentar das dependências do Colégio sozinho.

Por motivo de segurança dos alunos, não serão atendidos os pedidos de dispensa feitos via telefone. A recepção não tem permissão para receber autorização de dispensa.

 

AGENDA E MATERIAL ESCOLAR

A agenda escolar, entregue ao aluno no início do ano letivo, é o instrumento oficial de comunicação entre os pais e/ou responsáveis e o Colégio, portanto, é parte do material escolar obrigatório. A agenda deverá ser utilizada para o registro das atividades solicitadas em sala de aula, auxiliando na organização dos estudos. No site do Colégio, está disponível a “Agenda do Aluno” com registro das tarefas e trabalhos escolares que deverão ser realizados em casa e acompanhados pelos pais e/ou responsáveis.

A falta do material escolar traz prejuízo pedagógico e acarretará na falta da correção das atividades escolares.

Quaisquer objetos que não façam parte do material escolar somente serão permitidos mediante a autorização prévia da coordenação/orientação e Direção do Colégio. A escola não se responsabiliza por perdas ou danos a esses materiais.

 

UNIFORME ESCOLAR

O uso do uniforme escolar é obrigatório, pois é fator de segurança e facilita a identificação do aluno. Será utilizado diariamente nas atividades curriculares e extracurriculares (Escola de Esportes e Dança, Música e Artes e Centro Salesiano de Idiomas).

A falta do uniforme deverá ser justificada por escrito, por meio da agenda escolar.

Não é permitido, em sala de aula e demais dependências do Colégio, o uso de boné, gorro, touca, chapéu ou acessórios incompatíveis com o uniforme escolar. O uso de tênis é obrigatório e não é permitido o uso de sandálias, tamancos, botas, crocs ou chinelos.

O Colégio não se responsabiliza por perda, esquecimento, desaparecimento ou extravio de objetos e uniformes escolares.

 

FREQUÊNCIA ESCOLAR

Se houver faltas consecutivas, o Colégio deverá ser comunicado e as ausências justificadas. Conforme a legislação em vigor, o Colégio é obrigado a notificar o Conselho Tutelar/ Vara da Infância e Juventude caso a quantidade de faltas do aluno seja acima de cinquenta por cento do percentual permitido em lei. O aluno deverá realizar atividade de compensação de ausência e conteúdo no decorrer do ano letivo. O atestado médico não abona a abstenção.

 

AULA WEB

Durante o período letivo serão postadas em ambiente virtual, atividades complementares para os alunos do 3º ano do Ensino Fundamental ao Ensino Médio. Algumas atividades terão caráter obrigatório. É de fundamental importância o incetivo dos pais, para que os alunos sejam beneficiados por esse instrumento.

 

ACADÊMICO WEB

Por meio do site www.salesianost.com.br (Acessar o link serviços/ Acadêmico Web), é possível verificar o rendimento escolar do aluno e o acompanhamento pedagógico do mesmo a partir do 2º ano do Ensino Fundamental. A senha pode ser adquirida no site do Colégio, opção “recuperar senha”.

 

AVALIAÇÕES SUBSTITUTIVAS

O não comparecimento na avaliação, previamente agendada, acarretará ao aluno a solicitação da Avaliação Substitutiva, junto à Coordenação, no prazo máximo de sete dias. Deverá ser apresentado atestado médico e ser realizado o pagamento na Tesouraria do Colégio.

ATENDIMENTO AOS PAIS

Reunião de pais: são realizadas após o término de cada trimestre, conforme o Calendário 2016. Por ser um momento de diálogo entre a família e a escola, é importante o comparecimento dos pais e/ou responsáveis contribuindo no processo educativo do aluno.

Atendimento individual: quando solicitado pela escola ou pelos pais/ responsáveis, mediante agendamento prévio.

A referência oficial de comunicação entre a família e a escola é a Coordenação/Orientação.

 

ACHADOS E PERDIDOS

O funcionamento do setor de achados e perdidos, de materiais e uniformes, é de segunda a sexta-feira, das 9h às 10h30, das 12h às 13h30 e das 15h às 16h.

Objetos de valor serão protocolados na Secretaria, de segunda a sexta-feira, das 7h às 11h30 e das 13h às 17h. Após 3 meses, os objetos, uniformes e materiais não procurados serão doados para obras assistenciais.

Marcar o nome completo do aluno no uniforme. Recomenda-se a caneta ACRILPEN, própria para tecido.

Os livros e cadernos devem ser encapados com plástico transparente ou contact, etiquetados com o nome, o ano e o período do aluno.

 

“DRIVE” E ESTACIONAMENTO

Para que haja uma boa utilização do Drive (Embarque e Desembarque) e preocupados com a organização, pedimos a todos que leiam com atenção as orientações abaixo. Lembramos que para uma convivência harmoniosa, é necessário que todos colaborem e nos ajudem a dar bons exemplos aos nossos alunos.

 

TRANSPORTE ESCOLAR

A Direção e Equipe Pedagógica não interferem em problemas de transporte escolar, pois é de inteira responsabilidade das empresas que o realizam.

 

BIBLIOTECA ESCOLAR

O horário de funcionamento da Biblioteca é das 7h às 18h. Seu uso é exclusivo do aluno.

 

ORIENTAÇÕES REGIMENTAIS

CAPÍTULO IV - DOS DIREITOS, DEVERES E VEDADO AO CORPO DISCENTE

Art. 91 - O Corpo discente é constituído pelos alunos regularmente matriculados na escola.

Art. 92 - São direitos do aluno:

I. ter assegurado o respeito aos direitos da pessoa humana e às suas liberdades fundamentais;

II. receber, da escola:

a. educação humanístico evangelizadora, que visa à formação do “honesto cidadão e bom cristão”;

b. educação intelectual e emocional que lhes dê condições de acesso à cultura de seu tempo e ao mundo do trabalho.

III. justificar ausência;

IV. realizar compensação de ausência, conforme descrito nos artigos 132, 133 e 134;

V. solicitar esclarecimentos acerca dos critérios avaliativos;

VI. solicitar prova substitutiva;

VII. receber a orientação necessária e adequada para realizar suas tarefas escolares;

VIII. receber atendimento adequado dos diversos setores de serviços existentes na escola;

IX. ter acesso às fontes e aos recursos didático culturais da escola;

X. participar das atividades escolares, cívicas, religiosas, culturais, sociais, recreativas e desportivas promovidas pela escola;

XI. participar das atividades de representação de classe e Grupos de Apoio à escola;

XII. solicitar esclarecimentos, por si ou por meio de seus responsáveis, quando sofrer penalidades de qualquer gravidade.

Art. 93 - São deveres do aluno:

I. participar das atividades programadas pela escola;

II. apresentar-se em sala de aula, no horário estabelecido, munido do material necessário às atividades escolares;

III. realizar as tarefas e trabalhos escolares, com pontualidade e zelo;

IV. realizar todas as atividades avaliativas programadas pela escola e previstas no Calendário Escolar;

V. apresentar o atestado médico ou justificativa e compro-vante de pagamento para a realização da prova substitutiva;

VI. zelar pela conservação do prédio, do mobiliário e de todo material de uso individual e/ou coletivo;

VII. usar uniforme completo, nas atividades curriculares, extracurriculares e no período estendido e trajar-se adequadamente, quando não estiver obrigado ao uso do mesmo;

VIII. ressarcir os eventuais prejuízos causados à escola ou a outrem;

IX. manter, durante as atividades escolares internas ou externas, conduta compatível com a ordem, a disciplina e o respeito;

X. zelar pela higiene e asseio pessoal;

XI. entregar aos pais ou responsáveis circulares, comunicados, boletins, convocações, fichas de acompanhamento, convites e afins;

XII. estar ciente das Normas, do Calendário Escolar e da Filo-sofia da escola.

Art. 94 - O aluno e seu representante legal são responsáveis por eventuais informações difamatórias, veiculadas por ele ou por qualquer meio de comunicação, inclusive a Internet.

Art. 95 - É vedado ao aluno:

I. causar danos ou prejuízos, de qualquer natureza, à escola ou a outrem;

II. praticar atos ou ter em seu poder impressos, gravuras e/ou outros materiais que atentem contra a moral e os bons costumes;

III. utilizar-se de processos fraudulentos na realização das provas e outras atividades escolares;

IV. opor-se, ostensivamente, à orientação religiosa e filosófica da escola;

V. promover campanhas, vendas, excursões, festas e permutas sem a devida autorização da Direção da escola, dentro do ambiente escolar;

VI. incitar greves ou quaisquer atos perturbadores da ordem, ou promover ausências coletivas;

VII. fumar nos ambientes escolares;

VIII. portar, induzir a ou fazer uso de armas, objetos perigosos e estranhos às atividades escolares, tóxicos e bebidas alcoólicas;

IX. namorar nas dependências da escola;

X. portar e/ou usar materiais explosivos, químicos ou que de qualquer forma coloquem em risco a integridade física dos membros da comunidade educativa;

XI. retirar-se da sala de aula ou da escola durante as atividades escolares ou nela permanecer fora do horário, sem estar devidamente autorizado;

XII. praticar atos de ameaça, perseguição, violência, difamação, injúria, calúnia, ou qualquer forma de discriminação contra membros da comunidade educativa;

XIII. causar constrangimento, depreciação ou expor negativamente alunos, professores e demais colaboradores sobre qualquer pretexto, tanto no ambiente escolar quanto em outros ambientes, inclusive na Internet;

XIV. ocupar-se, durante a aula, de qualquer atividade que seja alheia ao conteúdo oferecido;

XV. utilizar durante a aula e de forma inadequada celulares ou quaisquer aparelhos eletrônicos impertinentes ou incompatíveis às atividades pedagógicas;

XVI. opor-se, sistematicamente, à disciplina escolar.

 

CAPÍTULO VI - DOS DIREITOS E DEVERES DOS PAIS OU RESPONSÁVEIS

Art. 98 - São direitos dos pais ou responsáveis:

I. conhecer o Regimento Escolar e a Proposta Pedagógica da escola;

II. conhecer os Contratos de Prestações de Serviços Educacionais ou similar;

III. conhecer o Calendário, atividades e a programação escolar;

IV. ter acesso às informações referentes à vida escolar do aluno;

V. ser comunicado sobre ocorrências referentes à vida escolar do aluno;

VI. ser respeitado por toda a Comunidade Educativa;

VII. ser atendido pela equipe técnico pedagógico administrativa da escola.

Art. 99 - São deveres dos pais ou responsáveis:

I. cumprir as disposições contidas no Regimento Escolar e na Proposta Pedagógica da escola;

II. corresponsabilizar-se com a escola no processo educativo do aluno;

III. ler e assinar o requerimento de matrícula, a ficha de informações médicas e o contrato de prestação de serviços educacionais ou similar;

IV. honrar pontualmente o pagamento de taxas, incluindo provas substitutivas e mensalidades da anuidade/semestralidade escolar dos períodos: curricular e estendido e/ou de atividades extracurriculares;

V. avisar o Diretor sobre irregularidades referentes à Comunidade Educativa;

VI. ressarcir danos ou prejuízos causados pelo aluno à escola ou a outrem;

VII. comunicar, imediatamente, à escola, ocorrência de doenças infectocontagiosas no aluno e em sua família ou internação;

VIII. garantir assiduidade e pontualidade do aluno às aulas e às atividades escolares curriculares, extracurriculares e do período estendido;

IX. garantir à escola a saída imediata do aluno, após o término das aulas e/ou atividades escolares curriculares, extracurriculares e do período estendido;

X. acompanhar o desempenho do aluno no processo ensino aprendizagem;

XI. atender às convocações feitas pela escola;

XII. prover ao aluno uniforme e material exigidos pela escola;

XIII. respeitar os integrantes da Comunidade Educativa;

XIV. garantir o cumprimento dos deveres e assegurar os direitos do aluno.

§ 1°- É vedado aos pais e ou responsáveis promover campanhas, vendas, festas, excursões ou permutas no ambiente escolar;

§ 2°- Pela transgressão das prescrições deste Regimento Escolar e da legislação vigente, o responsável está sujeito a rescisão contratual e a transferência compulsória do aluno, cuja aplicação é expressamente reservada ao Diretor após deliberação procedida por uma Comissão de cinco membros, indicados pelo mesmo, dentre professores e equipe técnico-pedagógico-administrativa, assegurados o contraditório e a ampla defesa.

Veja Mais

1ª série

PAREI DE
FUMAR, E AÍ?

Confira um relato sobre a palestra

Ensino Médio

AULÃO
MIGRAÇÕES CONTEMPORÂNEAS

Migrações contemporâneas

Infantil III

RECEPÇÃO DOS
ALUNOS DO INFANTIL III

Colégio Salesiano, casa que acolhe!