Educação Infantil

Como primeira etapa da Educação Básica, a Educação Infantil é o início e o fundamento do processo educacional. Para potencializar as aprendizagens e o desenvolvimento das crianças, a prática do diálogo e o compartilhamento de responsabilidades entre a instituição e a família são essenciais.

As Diretrizes Curriculares Nacionais da Educação Infantil (DCNEI, Resolução CNE/CEB nº 5/2009), em seu artigo 4º, definem a criança como “sujeito histórico e de direitos, que interage, brinca, imagina, fantasia, deseja, aprende, observa, experimenta, narra, questiona e constrói sentidos sobre a natureza e a sociedade, produzindo cultura”. Os eixos estruturantes das práticas pedagógicas dessa etapa da Educação Básica são as interações e as brincadeiras, experiências por meio das quais as crianças podem construir e apropriar-se de conhecimentos por meio de suas ações e interações com seus pares e com os adultos, o que possibilita aprendizagens, desenvolvimento e socialização.

Considerando que, na Educação Infantil, as aprendizagens e o desenvolvimento das crianças têm como eixos estruturantes as interações e as brincadeiras, assegurando-lhes os direitos de conviver, brincar, participar, explorar, expressar-se e conhecer-se, a organização curricular da Educação Infantil, de acordo com a BNCC (Base Nacional Comum Curricular) está estruturada em cinco campos de experiências, no âmbito dos quais são definidos os objetivos de aprendizagem e desenvolvimento:

    O eu, o outro e o nós

  • Respeitar e expressar sentimentos e emoções.
  • Atuar em grupo e demonstrar interesse em construir novas relações, respeitando a diversidade e solidarizando-se com os outros.
  • Conhecer e respeitar regras de convívio social, manifestando respeito pelo outro.
  • Corpo, gestos e movimentos

  • Reconhecer a importância de ações e situações do cotidiano que contribuem para o cuidado de sua saúde e a manutenção de ambientes saudáveis.
  • Apresentar autonomia nas práticas de higiene, alimentação, vestir-se e no cuidado com seu bem-estar, valorizando o próprio corpo.
  • Utilizar o corpo intencionalmente (com criatividade, controle e adequação) como instrumento de interação com o outro e com o meio.
  • Coordenar suas habilidades manuais.
  • Traços, sons, cores e formas

  • Discriminar os diferentes tipos de sons e ritmos e interagir com a música, percebendo-a como forma de expressão individual e coletiva.
  • Expressar-se por meio das artes visuais, utilizando diferentes materiais.
  • Relacionar-se com o outro, empregando gestos, palavras, brincadeiras, jogos, imitações, observações e expressão corporal.
  • Escuta, fala, pensamento e imaginação

  • Expressar ideias, desejos e sentimentos em distintas situações de interação, por diferentes meios.
  • Argumentar e relatar fatos oralmente, em sequência temporal e causal, organizando e adequando sua fala ao contexto em que é produzida.
  • Ouvir, compreender, contar, recontar e criar narrativas.
  • Conhecer diferentes gêneros e portadores textuais, demonstrando compreensão da função social da escrita e reconhecendo a leitura como fonte de prazer e informação.
  • Espaços, tempos, quantidades, relações e transformações

  • Identificar, nomear adequadamente e comparar as propriedades dos objetos, estabelecendo relações entre eles.
  • Interagir com o meio ambiente e com fenômenos naturais ou artificiais, demonstrando curiosidade e cuidado com relação a eles.
  • Utilizar vocabulário relativo às noções de grandeza (maior, menor, igual etc.), espaço (dentro e fora) e medidas (comprido, curto, grosso, fino) como meio de comunicação de suas experiências.
  • Utilizar unidades de medida (dia e noite; dias, semanas, meses e ano) e noções de tempo (presente, passado e futuro; antes, agora e depois) para responder a necessidades e questões do cotidiano. Identificar e registrar quantidades por meio de diferentes formas de representação (contagens, desenhos, símbolos, escrita de números, organização de gráficos básicos etc.).

Coordenação Pedagógica

Cybele Roncato Zancarli é Coordenadora Pedagógica da Educação Infantil e atua na área de educação há mais de 25 anos. Licenciada em Pedagogia com habilitação em Orientação e Supervisão Escolar. Pós-graduada em Psicopedagogia e especialista em Gestão Pedagógica e Formação em Educação Infantil pelo Instituto Vera Cruz, com MBA em Gestão Educacional e mestranda em Formação de Formadores pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC- SP).

ATIVIDADES